jusbrasil.com.br
24 de Maio de 2017

[Pergunta] Em caso de impeachment do vice-presidente, quem assume a presidência?

Jusbrasil Perguntas e Respostas
há 6 dias

Se um vice-presidente sofrer impeachment, quem assumirá a presidência do país? Em que hipótese haveria uma nova eleição?

Pergunta Em caso de impeachment do vice-presidente quem assume a presidncia

Você entende do assunto? Responda nos comentários abaixo e ajude a tornar o Brasil um país mais politizado!

A nossa missão é tornar a informação muito mais acessível. Por isso, separamos os questionamentos mais recorrentes entre os membros da nossa comunidade para que elas sirvam de base para todos compartilharmos conteúdo com mais objetividade. Participe.
Disponível em: http://perguntaserespostas.jusbrasil.com.br/artigos/459415614/pergunta-em-caso-de-impeachment-do-vice-presidente-quem-assume-a-presidencia

9 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

A CF/88 enfatizou essa questão a partir do artigo 80: "Em caso de impedimento do Presidente e do Vice-Presidente, ou vacância dos respectivos cargos, serão sucessivamente chamados ao exercício da Presidência o Presidente da Câmara dos Deputados, o do Senado Federal e o do Supremo Tribunal Federal".

O impedimento possui um caráter temporário (por exemplo: doença ou missão diplomática), ou seja, uma substituição provisória. Por sua vez, a vacância nos dá uma ideia de impossibilidade definitiva para a admissibilidade do cargo (cassação, renúncia ou morte).

Dessa maneira, assumiriam na seguinte ordem:
■ o Presidente da Câmara dos Deputados;
■ o Presidente do Senado Federal;
■ o Presidente do STF.

Cada um deles assumiria em caráter temporário. Por isso, a doutrina os denomina de substitutos eventuais ou legais.

O artigo 81 da CF/88 prevê a hipótese do chamado mandato tampão, no qual haverá a complementação do mandato por outra pessoa no casos já previstos.

No caso do cargo de presidente e vice-presidente estar vago nos 02 (dois) primeiros anos de mandato far-se-á eleição 90 dias depois de aberta a última vaga. Portanto, estamos diante da chamada eleição direta.

Por sua vez, caso a vacância dê-se nos 02 (dois) últimos anos de mandato a eleição para ambos os cargos será feita 30 dias depois da última vaga, pelo Congresso Nacional, na forma da lei. Isto é a chamada eleição indireta.

Na atual conjectura, caso haja a vacância do cargo de presidente, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia assumirá a presidência, e deverá solicitar ao Congresso Nacional eleições indiretas. continuar lendo

Segundo o capitulo 2, artigo 80 da CF 88, caso o presidente e o vice-presidente venham a ser impeachmados, é chamado o Presidente da Câmara dos Deputados, do Senado Federal e do STF (Supremo Tribunal Federal). continuar lendo

Atualmente, se Temer sair, quem está apto à assumir? continuar lendo